Mansão do Caminho – A Impressionante Obra de Caridade de Divaldo Franco


Conheça a história da Mansão do Caminho: a impressionante obra de caridade de Divaldo Franco e Nilson de Souza Pereira. Os dois amigos fundaram esta obra de amor e de fraternidade no dia 15 de agosto de 1952, na cidade do Salvador – BA.

Mas, antes de falarmos da gigantesca obra, que praticamente pode ser considerada um mini bairro dentro da cidade de Salvador, vamos conhecer um pouco mais sobre esses dois incansáveis trabalhadores do bem.

OS FUNDADORES

Divaldo Franco e Nilson se conheceram em agosto de 1945. Nessa época, Divaldo lecionava na Escola de Datilografia N. S. do Carmo, e ali Nilson se matriculou.


Nasceu então uma amizade que, alicerçada e fomentada pelo Espiritismo, duraria para toda a vida e provavelmente, para bem além das atuais encarnações dos dois.

NILSON DE SOUZA PEREIRA

Nilson de Souza Pereira, ou Tio Nilson, nasceu em 26/10/1924, na cidade do Salvador – BA. De origem muito humilde, mas detentor de uma imensa sabedoria. Profissionalmente foi bancário, telegrafista do Ministério da Marinha e funcionário público dos Correios.

Em 1947, orientados pela Mentora Joanna de Ângelis, criaram a admirável obra que é o Centro Espírita Caminho da Redenção. E, em 1952, fundaram a Mansão do Caminho. O nome “Mansão do Caminho” é uma homenagem à Casa do Caminho dos primeiros cristãos.

DIVALDO FRANCO

Divado Franco é um verdadeiro e incansável trabalhador do Espiritismo e divulgador dos atos de Jesus Cristo. Dos seus noventa e quatro anos, a maioria têm sido dedicados à causa Espírita e às crianças das periferias de Salvador.

Nasceu na cidade de Feira de Santana – BA, em 5 de maio de 1927. Desde os cinco anos de idade se comunica com os Espíritos. Em 1943 recebeu o diploma de professor primário e depois trabalhou como escriturário, em Salvador, aposentando-se em 1980.

Leia também: Divaldo Franco e a História do Suicida do Trem

Os números em torno de Divaldo Franco são astronômicos:
É um devotado educador com mais de seiscentos filhos adotivos e mais de duzentos netos e bisnetos.

Já participou de mais de treze mil conferências, em mais de duas mil cidades em todo o Brasil e em sessenta e cinco países dos cinco continentes. Concedeu mais de mil e quinhentas entrevistas para rádio e TV, em todo o mundo.

Recebeu mais de seiscentas homenagens, de instituições culturais, religiosas, políticas e outras. Como médium, publicou mais de duzentos e cinquenta livros, tendo vendido mais de dez milhões de exemplares.

Se apresentaram como Autores Espirituais desses livros duzentas e onze entidades. Foram traduzidos para dezessete idiomas: alemão, albanês, catalão, dinamarquês, espanhol, esperanto, francês, holandês, húngaro, inglês, italiano, norueguês, polonês, tcheco, turco, russo, sueco e sistema Braille.

Enfim, é reconhecido como um dos maiores médiuns, divulgadores e oradores Espíritas da atualidade.

A MANSÃO DO CAMINHO

Atualmente, a Mansão do Caminho é um enorme complexo educacional e assistencial, que conta com 50 edificações. Há ainda outras construções em andamento, que são distribuídas por ruas, lago e bosques. São atendidas três mil crianças e jovens de famílias de baixa renda.

Mansão do Caminho - A Impressionante Obra de Caridade de Divaldo Franco
Mansão do Caminho – A Impressionante Obra de Caridade de Divaldo Franco

A Instituição conta com várias atividades socioeducacionais:

-Enxovais;
-Pré-Natal;
-Creche e escolas de ensino Pré-Escolar, Básico e Fundamental;
-Informática;
-Cerâmica;
-Panificação;
-Tapeçaria;
-Biblioteca;
-Centro Médico;
-Laboratório de Análises Clínicas e outros;

Para manter essa grandiosa Instituição, a Diretoria conta com o auxílio de mais de 200 funcionários, além de 400 colaboradores voluntários.

A Mansão do Caminho se encontra em uma área de 78.000 metros quadrados e está no meio da mata nativa. Dentro da Instituição há lindos jardins.

Em mais de quarenta anos, aproximadamente 680 crianças e jovens residiram na Mansão do Caminho, até a emancipação. Grande parte constituiu família, mantendo seus lares com edificação.

EDUCAÇÃO

A proposta original era de acolher crianças órfãs e necessitadas através dos lares substitutos, que tinham como objetivo reproduzir as condições de um lar normal.

Divaldo Franco e alunos em uma das escolas da Mansão do Caminho
Divaldo Franco e alunos em uma das escolas da Mansão do Caminho

Atualmente, o Setor de Educação mantém:

-Escola de Primeiro Grau Jesus Cristo, com 1012 alunos, convênio estadual;
-Escola de Educação Infantil Alvorada Nova, com 100 alunos;
-Escola Allan Kardec, com 374 alunos, convênio municipal;
-Creche A Manjedoura;
-Jardim de Infância Esperança;
-Centro de artes e educação Integral;
-Colégio de Ensino Médio Nilson de Souza Pereira;
-Curso de Informática.

SAÚDE

No início do projeto foi criado um posto médico muito modesto para atender as crianças que adoeciam. Mas, com o passar do tempo esse posto cresceu e passou a atender a população do bairro.

A estrutura atual hoje possui:

-Centro de Parto Normal Marieta de Souza Pereira;
-Laboratório Dr. Bezerra de Menezes;
-Centro de Saúde José Carneiro de Campos;
-Farmácia Ieunice Bispo.

CARAVANA AUTA DE SOUZA

É uma das mais antigas atividades da instituição, tendo sido fundada em setembro de 1948. É um trabalho voluntário que tem como objetivo atender os idosos e as pessoas inválidas, portadoras de doenças degenerativas.

O trabalho de Divaldo Franco é realmente louvável.

Se você deseja conhecer mais sobre a Mansão do Caminho ou até mesmo ajudá-los de alguma forma, acesse o site da Instituição:
https://mansaodocaminho.com.br/