Os Ministérios de Nosso Lar


André Luiz sempre aproveitava cada oportunidade para aprender mais sobre “Nosso Lar” e tinha em Lísias um professor dedicado.
Em um de seus diálogos, André Luiz quis saber do amigo se todas as Colônias Espirituais eram idênticas a “Nosso Lar“. Queria saber se os processos e características eram os mesmos e também entender como funcionavam os Ministérios de Nosso Lar.

Lísias informou que não, pois se nas esferas materiais, cada região e cada estabelecimento possuem suas peculiaridades, no Plano Espiritual também havia uma multiplicidade de condições.

Assim como ocorre na Terra, as criaturas se identificam pelas fontes comuns de origem e pela grandeza dos fins que devem atingir.
Mas é importante considerar que cada Colônia Espiritual, assim como cada entidade, permanece em degraus diferentes no que se refere à evolução.


Segundo os registros de “Nosso Lar“, muitas vezes os habitantes mais antigos buscaram inspiração nos trabalhos realizados em outras Colônias Espirituais, para poder aplicá-los em “Nosso Lar“. Assim como outros agrupamentos, buscam inspiração e ajuda em “Nosso Lar” para aplicar em Colônias que ainda estejam em formação. Todavia, cada organização apresenta as suas particularidades essenciais.

A ORIGEM DOS MINISTÉRIOS EM “NOSSO LAR”

Alvorada Nova” é uma das Colônias Espirituais vizinhas mais importantes de “Nosso Lar“. Os missionários da criação de “Nosso Lar” foram até lá para buscar inspiração e encontraram a divisão dos serviços por departamentos.

Cena do filme "Nosso Lar"

Adotaram o processo, apenas substituindo a palavra departamento por Ministério, com exceção dos serviços regeneradores, que, somente com o atual Governador, conseguiram elevação e passaram também a serem chamados de Ministérios.

Realizaram essa substituição da nomenclatura por entenderem que a organização em Ministérios é mais expressiva, como definição de espiritualidade.

A instituição é muita rigorosa, no que diz respeito à ordem e à hierarquia. Nenhuma condição de destaque é concedida em “Nosso Lar” a título de favor, como acontece muitas vezes na Terra.

Apenas quatro entidades conseguiram ingressar, no curso de dez anos e com responsabilidade definida, no Ministério da União Divina.
Geralmente, a maioria dos Espíritos que se encontram em “Nosso Lar“, após um longo estágio de serviço e aprendizado, voltam a reencarnar, para atividades de aperfeiçoamento e evolução.

Quando os recém-chegados do Umbral estão aptos a receber ajuda, são encaminhados para o Ministério do Auxílio.
Quando, porém, se mostram teimosos, então são encaminhados ao Ministério da Regeneração.

Se revelam proveito, com o passar do tempo são admitidos aos trabalhos de Auxílio, Comunicação e Esclarecimento, para que possam se preparar para as futuras tarefas planetárias.

Poucos conseguem uma atividade prolongada no Ministério da Elevação e raríssimos, a cada dez anos, os que alcançam alguma intimidade nos trabalhos do Ministério da União Divina.

OS MINISTÉRIOS DE NOSSO LAR

As atividades nos Ministérios podem ser classificadas da seguinte forma:

– Ministério do Auxílio:
As tarefas exigem muito esforço e são complicadas.

– Ministério da Regeneração:
Os deveres constituem testemunhos pesadíssimos.

– Ministério da Comunicação:
Os trabalhos exigem alta noção da responsabilidade individual.

– Ministério da Esclarecimento:
As tarefas requisitam grande capacidade de trabalho e valores intelectuais profundos.

– Ministério da Elevação:
Pede renúncia e iluminação.

– Ministério da União Divina:
As atividades requerem conhecimento justo e sincera aplicação do amor universal.

GOVERNADORIA E A LEI DO DESCANSO E TRABALHO

A Governadoria é responsável por todos os assuntos administrativos, como, por exemplo, o de alimentação, distribuição de energias elétricas, trânsito, transporte e outros.

Há em “Nosso Lar” uma lei do descanso que é rigorosamente observada, para que alguns servidores não fiquem mais cansados que outros. No entanto a lei do trabalho é também rigorosamente cumprida.

Com relação ao descanso, a única exceção é o próprio Governador, que praticamente nunca descansa e raramente se ausenta do palácio da Governadoria, a não ser naquelas ocasiões em que o bem público o exige.

E semanalmente ele vai até o Ministério da Regeneração, que representa a zona de “Nosso Lar” onde há maior número de perturbações, por causa da sintonia que existe entre muitos dos seus abrigados e os irmãos do Umbral.

O Governador aproveita as tardes de domingo, depois de orar com a cidade no Grande Templo da Governadoria, para cooperar com os Ministros da Regeneração, auxiliando e atendendo nos difíceis problemas de trabalho e amparando os desorientados e sofredores.

O Governador em “Nosso Lar” é o primeiro a dar o exemplo em como ser útil e ajudar os mais necessitados.

 

Referência
Livro: Nosso Lar
Autor: Chico Xavier/ André Luiz
Ano: 1944